Há uma grande necessidade, dada a nova revolução industrial – chamada 4.0 ou IoT, de se otimizar as conexões ou ainda, torná-las mais inteligentes.

Durante muitos anos os conectores multipolares foram dispositivos muito úteis no startup de máquinas, ou ainda em mudanças de layout de fábricas em geral, ou na simples mudança de dispositivos de produção.

Com o passar dos anos, houve a necessidade de modernizar este modelo de conectores elétricos e a partir daí começamos a perceber dentro da otimização dos sistemas de conectividade, o agrupamento de uma ou mais qualidades de sinal elétrico como por exemplo, alimentação de motores, sinais de sensores e sinais de alta tensão e corrente.

Mais adiante, em função do aumento da produção – principalmente da indústria automobilística -, as fábricas foram tomadas por dispositivos de troca rápida com conectores elétricos e também conectores pneumáticos.

O fato de conseguir agrupar as conexões elétricas e pneumáticas em um mesmo conector, otimizou muito os processos que além de rápidos, se tornaram poka-yokes por natureza de concepção.

Nos dias atuais, houve uma nova necessidade.

Atualmente, conseguimos colocar além das conexões elétricas (dos mais variados níveis), as conexões pneumáticas até 10 bar, sinais blindados de encoders e drives, e também os módulos específicos para redes industriais como RJ45, RS232, USB, entre outros.

Este modelo de conector, permite atualmente que todas as conexões necessárias de uma máquina inteira, seja realizada com apenas um clique.

Em termos de custo de projeto, quando bem estudado e executado, traz significativos ganhos de lucratividade, otimização de tempo e também diminuição de itens de estoque.

Temos um corpo técnico qualificado para discutir seu projeto.

Consulte e saiba mais.

BALLAST
Conectores Heavy Duty